Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (942)  
  Crônicas (726)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2532)  
  Resenhas (131)  

 
 
Catálogo2015-P&B
Airo Zamoner
R$ 13,40
(A Vista)
INDISPONÍVEL

Como Fazer...
Maristela Zamoner
R$ 21,10
(A Vista)






   > A GUERRA DE CANUDOS



EDIJANE ARANTES
      POESIAS

A GUERRA DE CANUDOS

 A GUERRA DE CANUDOS

 
Antonio conselheiro
E um sujeito muito bom
que em sua infância estudou
para ter uma boa formação.
 
A história que vou te contar
e da cidade do conselheiro
Que foi muito triste
por causa da república
dos militares brasileiros.
 
Quando a tropa chegou
O povo não tinha trincheira
A multidão com medo ficou
Quando viram erquer
dos pés dos cavalos poeira.
 
Na primeira batalha
Canudos ganhou
Eles adquiriram muitas armas
dos militares vencidos
sem contar os canhões que eles guardou.
 
Homem fortes
com armas nas mãos
lutam sem medo
para defender a população.
 
Mas não demorou
tudo acabou
Os que não se renderam
no chão sofreram.
A cidade destruída ficou.

José Valdivino, Khaio Barbosa,Rafael Vitória, Ráylei Fernandes e Táriton César



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui