Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (942)  
  Crônicas (726)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2532)  
  Resenhas (131)  

 
 
A arte de escrever,...
Airo Zamoner
R$ 49,80
(A Vista)



Alerta das Estrelas
Francisco Ederaldo...
R$ 77,70
(A Vista)






   > MARINHEIRO



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

MARINHEIRO

MARINHEIRO
 
Minha alma cativa e obstinada
Navega à mercê das tormentas
Que da terra afloram.
 
Eu, servo, fiel criado,
Comandante, marinheiro,
Sou toda a tripulação a bordo.
 
Levanto âncoras, iço velas,
Seguro o leme, controlo o barco...
E naquelas horas difíceis,
Sou eu mesmo quem joga a carga fora! 
 
Porão vazio, retorno ao cais;
Voltando a calmaria,
Recarrego e vou-me embora!



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui