Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (942)  
  Crônicas (726)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2532)  
  Resenhas (131)  

 
 
O SEGREDO DA PEDRA AZUL...
JORGE ANDERSON SILVA
R$ 56,10
(A Vista)



Refletindo sobre EaD e...
Cléber Lemos
R$ 38,50
(A Vista)






   > SEM TINO



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

SEM TINO

SEM TINO
 
Venta! Vento ventano, ventrudo;
Chove! Chuva chava, chata;
Vê se balança e derruba!
Vê se amolece e espalha!
 
Mexa-se! Maré mansa, manca;
Anda! Onda ondina, ondulada;
Venham de pressa apagar o poema
Que para ela escrevi na praia!
 
Assola! Sol solerte, sombrio;
Luzia! Lua lucina, lesada
Para que eu possa ver o mundo
E seguir a minha estrada.
 
Vento venteno!
Chuva chava!
Maré manca!  
Onda ondulada!
Sol solerte!
Lua lesada!...
Estou perdido, por favor!
Levem-me para casa.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui