Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (942)  
  Crônicas (726)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2532)  
  Resenhas (131)  

 
 
Estátuas-03-163
Airo Zamoner
R$ 0,00
(A Vista)



Preto no Branco - Verso...
Levi Beltrão
R$ 44,50
(A Vista)






   > Flor de cacto - Flor de Beth



Paulo de Faria Salgado
      POESIAS

Flor de cacto - Flor de Beth

  

FLOR DE CACTO – FLOR DE BETH

Muitos nos fazem chorar,

Mas muito mais nos fazem rir.

E todos, de uma forma ou outra,

Marcam nossas vidas... E assim seguimos.

A vida não se conta pelas respirações,

Mas sim pelo que nos corta o fôlego.

Portas se fecham e ficamos a olhá-las –

Não vemos ou não queremos ver as que se abrem.

Se, talvez, esquecêssemos as magoas e dores do passado,

Não teríamos dificuldades para irmos adiante.

Muito mais portas se abririam e com certeza, veríamos,

O quanto somos egoístas em não nos sentirmos amado.

Assim como a flor do cacto,

Não são nossos espinhos e solidão

Que tiram nossa beleza nem o quanto podemos saciar,

Quem de nós venha necessitar.

(Paulo Salgado – 07/2010)



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui