Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

O que e como fazer para escrever bem

Uma das maiores preocupações que permeiam o âmbito escolar tem sido a produção de texto, em especial o dissertativo, por apresentar dificuldades no seu processo de elaboração e produção. Por ser um texto que procede de reflexões sobre determinado assunto, em que a opinião do locutor deve ser explicitada e, principalmente, acatada pelo interlocutor, exige-se maior rigor e complexidade nos mecanismos de produção. Quer dizer, ao comentar sobre determinado assunto tem-se a pretensão de atingir o outro, seja por convencimento ou por persuasão. Assim, torna-se fundamental se servir de uma linguagem elaborada, haja vista que para se obter adesão do interlocutor, o discurso deva... (leia mais)

Andreia Frederico Coutinho




Cãimbra do escrivão, a deficiência, o deficiente e a felicidade.

Como portadora da cãimbra do escrivão, entendo que, a partir do momento que compreendemos, mesmo que em linhas gerais, a natureza biológica do problema e a condição em que a Ciência se encontra diante dele, podemos nos posicionar com atitudes e pensamentos para descobrir formas de sermos felizes, o que, acredito, deveria ser o objetivo principal de cada ser humano. Para sermos felizes, precisamos ser produtivos, fazendo parte da sociedade de maneira contributiva. Li muitos trabalhos científicos até entender bem o que é esta condição e as escolhas que temos diante dela. Talvez por ser bióloga, percebi logo, um ano antes do meu diagnóstico, em meados de 2001, que não era um problema ortopédico. Fui direto a um neurologista, que me encaminhou para outro e para outro... (leia mais)

Maristela Zamoner




Default



   > Jorge Rodrigues

  AUTOR  
 
Jorge Rodrigues

A minha inspiração e base de entendimento vem do dom que Deus me deu: O dom de saber e discernir todas as coisas, desvendar seus segredos, e revelar conhecimento.

Sou um autodidáta que adquiriu conhecimento sem livros e sem mestres por cerca de 10 anos. Minha cultura formal procede unicamente da bíblia (as escrituras do antigo testamento e novo testamento), e do dom que Deus me deu: A arte de criar e conhecer a natureza de todas as coisas por inpiração.

Possuo trabalhos (livros revolucionários e exclusívos), criações artísticas que envolvem manuais de instrumentos para iniciantes (sem nenhuma bibliografia e sem nenhum mestre), arte marcial, romances curtos (uma estória, e um projeto a ser continuado), e escritos exclusívos que são parábolas, curiosidades sobre cinema, provérbios, lições bíblicas, e alguns textos de humor todos exclusívos.