Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

DIREITOS CULTURAIS EM PERSPECTIVA: A FAVOR OU CONTRA?

A 10 de dezembro de 1948 era adotada e proclamada a resolução 217 A (III), pela Assembléia Geral das Nações Unidas. A Declaração Universal dos Direitos Humanos encontra-se traduzida em mais de 300 línguas em seu site oficial (www...) O texto pode ser impresso e arquivado. Vivido? Este o problema maior... A questão da efetiva observância de tais direitos tem sido discutida e analisada, mas há pontos polêmicos, específicos, delicados. E os impasses tornam-se ainda maiores no tocante aos direitos culturais... O que são, afinal, os Direitos Humanos? Por acaso uma definição e uma observância mais satisfatórias destes direitos contribuiriam para melhorar a sorte de seres humanos que vivem situações de injustiças? Isto lhes garantiria uma melhor... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




Pedagogia do Amor

Vivemos uma época de calamitosa incerteza (Martin Luther King) A humanidade caminha de mãos dadas, rumo ao caos. Os valores se invertem, mergulhados nas valas da hipocrisia. O amor que sempre foi o marco da esperança, da fé, da solidariedade existencial, antes praticada olho no olho, hoje é substituído pela tela de um computador ou vídeo de um televisor, até mesmo pelo marketing do imediatismo. Uma espécie de ditadura da frieza. A família era mais unida. Hoje, vai se destruindo nos tentáculos de atividades objetivas, onde o casal, a cada dia, tem menos contato com os seus filhos. Tentar ser alguém no futuro era, sobretudo, motivo e instrumento de interesse pessoal. Ir à luta, era buscar garantir a possibilidade única de vencer e tornar-se... (leia mais)

Josias Alcântara




Default



   > Marisa Santos

  AUTOR  
 
Marisa Santos

Sobre a colaboradora-poetisa

 “O mundo fenomênico, como resultado do movimento do querer,

traz em si as marcas da dor, do despedaçamento do uno primordial

e, para se libertar dessa dor, faz um segundo movimento,dessa vez estético,

reproduzindo o movimento inicial que a vontade realizouem direção

à aparência. Desse último, emana a aparência da aparência ou a bela

aparência do sonho, um bálsamo para o querer, um remédio para libertá-lo

momentaneamente da dor pelo seu desmembramento em indivíduos

 

Marisa Santos / Maressa Marins / Drevra Hadarah/Ágata Ketlyn 

Uma Mulher – Quatro Poetisas

Cada Pseudônimo tem seu estilo, sua maneira de enxergar a vida, o ser humano,seus sonhos, suas subjetividades:

Marisa Santos
é a protagonista de todas as personagens

Vivendo entre o emotivo e o racional, Artista Plástica,Teóloga, Escritora e Filósofa. Questionadora, sempre almejando colocar cores emvários ângulos da vida, mesmo se forem cinzentas e tristes.

Drevra Hadarah é a mulher sensual, erótica, instigante, radicalizante, sensível e profunda, outras vezes polêmica,militante e até sofrida.

Maressa Marins é a romântica,algumas vezes sofrível, mas sempre dá a volta por cima e se alegra com as lembranças boas da infância.

Ágata Ketlyn, é a mulher crente em Jesus, mulher cheia de fé e conflitos interiores, sempre entre a cruz e a espada, entre pecado e vontade, razão e fé.