Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
Veículos-02-201
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



A Secretaria do Oeste
Evaldo Cassol
R$ 43,20
(A Vista)






   > O homem palhaço (Charles Chaplin)



Kevin Campos
      POESIAS

O homem palhaço (Charles Chaplin)

Você quer um exemplo de vida, uma inspiração, um mestre que atravessa gerações? Pense nele, no homem palhaço dos filmes preto e branco, do homem que usa um chapéu e uma bengala e anda formosamente como um piguim. O homem que nos fez rir e chorar, um exemplo e uma inspiração de vida! O homem que onde passava formosamente retirava seu chapéu como sinal de respeito ao próximo, aquele palhaço que em seus filmes passavam um pouco de si, e tranformava um monte em nos. O nome dele é Charles Chaplin.
Aquele senhor que acreditava no amor, na verdade na pureza das pessoas. Que sabia contornar o ódio, a solidão e que de tudo isso transformava em uma mistura singela de humildade e honestidade pelo próximo.  
O homem palhaço hoje talvez não esteja fazendo suas fantasias, mais de sua alegria por gerações nos contagia.
Ao mestre de todas gerações, ao mágico e gênio Charles Chaplin.



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui