Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
Scompigliare Brasilia
Airo Zamoner
R$ 29,50
(A Vista)



Ruínas-02-116
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > PAREDES



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

PAREDES

PAREDES
 
Sempre que eu chego em casa,
Ainda que estressado,
Submissas e amorosas,
Elas me tomam em seus braços!
 
E eu, no aconchego do meu sofá
Ou no deleite da minha cama,
Feliz, contemplo-as;
Agradecendo a Deus
Por tê-las sempre do lado.
 
Elas me dizem, todos os dias,
Que minha solidão não é assim tão má!
Me convencem, mostrando-me muitos por aí,
Vivendo sozinhos, sem ninguém,
E sem, ao menos, quatro delas
Para nas noites frias os abraçar!


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui