Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Veículos-03-202
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Abstrato-01-599
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > A mistura que sou



Alvacira Soares
      PENSAMENTOS

A mistura que sou

       Sou uma mistura. Loucura e sobriedade ao mesmo tempo. Sinto-me bem assim, pois vivo  melhor. Não me visto com nenhuma capa, não uso nenhuma máscara... Quem me conhece sabe exatamente quem sou. Não quero dizer com isso, que todos me aceitem porque aprendi a agradar primeiro a mim, os outros, depois. Sou naturalmente feliz, deixando de lado os problemas, ou seja, procurando visualizá-los de fora, administrá-los, como se não fossem meus; na tranquilidade, na calma, sabendo que estes têm que passar e que se eu assim agir, a vitória sobre os mesmos virá.
       A vida só vale a pena, quando o sofrimento não supera a razão de nossa existência. O bem maior que temos somos nós mesmos. Então pra quê estressar?
       Ao invés de reclamar, aprendi, a aprender com cada situação e me virar. Todas as coisas cooperam para o nosso crescimento. Tornamo-nos fortes e, ainda servimos de exemplos para a humanidade. E essa, precisa de alguém que se disponha a aprender, para ensiná-la. Às vezes ser  tão normal, como os outros esperam de nós, torna tudo um tédio e  acabamos sendo iguais a todos, nos tornamos chatos e até mesmo insuportáveis. Enquanto que o gostoso, o belo... É ser diferente!



CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui