Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (207)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2525)  
  Resenhas (129)  

 
 
Cidades-03-220
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Alerta das Estrelas
Francisco Ederaldo...
R$ 77,70
(A Vista)






   > Passado Embriagado



DANIEL WALTRICK
      CRôNICAS

Passado Embriagado

 O café é uma bebida mais peculiar e importante do que se imagina. Existe a quase 1000 anos na Arábia, mas seu habito na civilização moderna demorou muitos séculos ate se tornar tradicional numa época em q beber água poderia causar muitas doenças como cólera e diarréia  bebia se muito, pois a água fermentada ou destilada com o álcool ficava purificada. Então mesmo sem querer as pessoas  ficavam embriagadas pelo simples fato de matar sua sede. Cristovão Colombo quando descobriu a America, provavelmente estava bêbado e errou o caminho, pois antigamente se armazena rum ou vinho que tinha uma durabilidade maior do que eu tomar uma água suja e contaminada ou suco de laranja que logo azedava.
       Devemos agradecer que o café não era conhecido ainda, pois o mundo seria muito diferente sem as descobertas invenções dos séculos passados. Não teríamos obras primas como a "capela cistima" ou a Monalisa se naquela época os artistas italianos tomassem café em vez de beber vinho e não seriam tão galanteadores como são conhecidos  nem os franceses tão exóticos com sua culinária.
      
Algumas pessoas chamam a cerveja de “lubrificante social”, sem ela talvez não existi-se o termo “Happy Hour” e o futebol não seria tão animado como é hoje em dia. O grande problema esta na quantidade que se bebe, não em beber. A realidade muitas vezes é dura, mas mesmo assim temos que enfrentar com sobriedade e não deixar que a sensação alcoólica faca  nos fugir da verdade e não encarar os fatos de frente.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui