Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
Arquitetura-03-418
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Preto no Branco - Verso...
Levi Beltrão
R$ 44,50
(A Vista)






   > social



Tânia Gabrielli-Pohlmann
      POESIAS

social




o poeta foi
foi à academia
e espantou-se com sua vaidade
assim, exposta, feito tapetes orientais.

o poeta foi
foi à favela
e calou-se com o espanto
de ser analfabeto
da realidade.




CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui