Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
Refletindo sobre EaD e...
Cléber Lemos
R$ 38,50
(A Vista)



Dessistematizando e...
Adryan Krysnamurt Edin...
R$ 0,00
(A Vista)
INDISPONÍVEL




   > Receita da Felicidade



Kate Lúcia Portela de Assis
      CONTOS

Receita da Felicidade

“Era uma vez um Rei tirano e egoísta, que queria encontrar a receita da felicidade. Ele anunciou que recompensaria muito bem o sábio que desvendasse o enigma do ‘ser feliz para sempre’.
Um jovem sábio se prontificou a lhe revelar a fórmula da felicidade.
¯ Majestade, case-se e será feliz!...
O rei casou-se com uma linda princesinha.
O tempo passou... passou... e o Rei não se sentia totalmente feliz.   
Então, ele tornou a procurar o jovem sábio, que aconselhou:
¯ Majestade, tenha um filho e será feliz!
Em pouco tempo, o filho do Rei nasceu.
O tempo passou... passou... e o Rei não se sentia totalmente feliz.
Ele voltou a procurar o jovem sábio, que tornou a orientá-lo.
¯Majestade, adquira um animal de estimação e será feliz!...
O soberano adquiriu um cão valente.
O tempo passou... passou e o Rei não se sentia totalmente feliz.
Procurado novamente pelo Rei, o jovem sábio o instruiu uma vez mais.
¯ Então, acho que só há um meio de Vossa Majestade alcançar toda a felicidade possível neste planeta: sirva a sua família!...
O Rei relutou em aceitar a ideia, pois era muito orgulhoso, mas estava disposto a tudo para ser plenamente feliz. Então, ele começou a servir a sua família: a esposa e o filho, sem esquecer o nobre cachorro. O soberano passou a amá-los profundamente, sendo igualmente amado por eles.
O tempo passou... passou e o Rei ainda não se sentia completamente feliz.
Contudo, após aprender as lições do amor, o Rei tornou-se um sábio e percebeu que ele precisava fazer algo mais.
¯ Eu vou servir o meu povo!...
Assim fez o soberano, que nem viu o tempo passar, tamanho era o seu empenho em ajudar os semelhantes. Ele, a família e o povo estavam verdadeiramente felizes.
O Rei sábio encontrou a receita da felicidade quando serviu a todos.”
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui