Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
Paisagens-01-012
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



O conto de Ruan e sua...
Willians Vieira dos...
R$ 61,40
(A Vista)






   > Fábula da Gatinha



Kate Lúcia Portela de Assis
      CONTOS

Fábula da Gatinha

Em um salão de beleza, uma elefanta, uma cobra, uma pata e uma cigarra cuidavam de sua aparência, quando viram, na televisão, uma gatinha mimosa fazendo uma apresentação artística.
- Nossa, mas essa gatinha é muito maaaaaagra, é seeeeeeca! - bramiu a elefanta.
- Sssss... vejam que cara de sssss... boazinha! Deve ser uma ssssssonsa! - chocalhou a cobra.
- Aposto que... quack...  não sabe... quack... nadar! - grasnou a pata.
-  Ela canta mal, mal, mal, canta mal, mal, mal! - chiou a cigarra, fazendo batuques.
De repente, a gatinha desapareceu de suas vistas.
Simplesmente, faltou Luz no salão.

Moral da História: A inveja é a admiração da malevolência.
 


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui