Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
CICLO
Airo Zamoner
R$ 17,80
(A Vista)



Natureza-01-156
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)






   > TIMIDEZ



Luiz C. Lessa Alves
      POESIAS

TIMIDEZ

TIMIDEZ
 
Meu olhar discreto em mirar teu corpo,
O coração bobo fica a acelerar;
Minha mente atrevida a sonhar bem alto,
E uma língua morta sem saber falar.
 
Ao fitar-te os seios, o meu ser oscila,
Minhas pernas tremem, ao me aproximar.
Querendo te falar o meu ego grita!
Mas, minha língua enrola... fico a gaguejar.
 
Essas duas pérolas - que coisinhas lindas!
Nesse teu rostinho de faces rosadas,
Fazem-me sonhar ilusões perdidas...
Quero te falar... mas, não digo nada!
 
Teu lindo corpinho de curvas perfeitas,
Fez a natureza para esnobar.
Quanto mais eu olho, mais em mim fraqueja...
Fruto da pobreza do meu linguajar.
                       

Por sobre esse mar de beleza rara,
Quer o meu veleiro, nele navegar;
Pentear-te as ondas, afagar-te as vagas
Em meio às espumas... mas sem dizer nada!
 
Lessa.


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui