Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto
  Gêneros dos textos  
  Artigos (641)  
  Contos (940)  
  Crônicas (724)  
  Ensaios (169)  
  Entrevistas (35)  
  Infantil (217)  
  Pensamentos (651)  
  Poesias (2528)  
  Resenhas (129)  

 
 
Estátuas-02-161
Airo Zamoner
R$ 104,00
(A Vista)



Elisa pede passagem
Ingrid Regina...
R$ 39,70
(A Vista)






   > Esta Noite Virás



Fernanda Guimarães
      POESIAS

Esta Noite Virás

Esta noite virás
E haverá uma lua a tocar-me o rosto
Já encontrarás a porta entreaberta
Meu cheiro a se confundir com o teu
E os passos do desejo em minha pele
A sussurrarem pelo idioma da tua boca
Verás carícias em minhas mãos
Densas, explícitas, inquietas de despudor
Como água de nascente a jorrar
Ansiando o caminho do teu corpo

Esta noite virás
E haverá num instante, meus delírios
Para que tuas mãos acolham
A paisagem irisada da minha pele
Inclinada de estrelas, como se viesse
Para te beijar toda a escuridão
E escutarás a harpa dos meus sons
A vibrar sob teus olhares palpitantes
E cantará entre teus dedos minha melodia.

Esta noite virás
E haverá um beijo silenciando nossos lábios
E deitarás teus gemidos em meus seios
Como pássaro que descobre o céu
E deixarei derramar-se em tua língua
O desatino, o mar que me transborda
Na ondulação da carne que fulge
Porque é em ti que tudo principia
Quando teus olhos descerram-me
E sentam à mesa do meu prazer
Porque é em ti que bebe minha sede


CADASTRE-SE GRATUITAMENTE
Você poderá votar e deixar sua opinião sobre este texto. Para isso, basta informar seu apelido e sua senha na parte superior esquerda da página. Se você ainda não estiver cadastrado, cadastre-se gratuitamente clicando aqui