Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

EMOÇÂO

Foi um dia de intensa emoção. Estava triste, sem saber o que fazer. Alguém aconselhou. “Quebra o bloqueio. Põe tudo que sente pra fora”. Depois do conselho, pensou. “Talvez escrevendo eu consiga. É isso. Ponho no papel. Assim não amolo ninguém”. Agora, sentada frente à máquina, não sabe como dar início. Como pôr pra fora o que sente? Não sabia... Passou a vida toda segurando suas emoções, só extravasadas em lágrimas, a única coisa que não sabia guardar. Uma simples vontade depois de um conselho. Conseguiria fazê-las saírem? Na verdade, não era uma simples vontade. Era uma profunda vontade. Pensou que talvez fosse mais feliz, mais liberta, se conseguisse algum dia, de alguma forma, “botar pra fora”, nem que fosse um pouquinho só, toda aquela emoção... (leia mais)

Isis Berlinck Renault




REBELDIA

- Espere aí! Você não está querendo dizer que o que me falta é rebeldia, está? - Estou! - Isso é inacreditável! Tive uma vida regrada. Tudo certinho no lugar. Me formei, fiz mestrado, doutorado, pós-doutorado e trabalho diuturnamente em pesquisas vitais para a humanidade... Não sou estúpido pra jogar tudo isso pro alto! - Estou tentando ajudar a explicar essa sua sensação... Você está aqui agora, em pleno horário de expediente, sentado comigo neste banco público... Por quê? - Já disse antes! Não me sinto bem! - E o médico? - Não é coisa de médico... - Então, voltamos ao início. Vou falar agora com todas as... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > JORGE ANDERSON SILVA

  AUTOR  
 
JORGE ANDERSON SILVA
Jorge Anderson Silva, nasceu na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, no dia 13 de março de 1967. É o filho primogênito de: Jorge de Oliveira Silva e Maria Lavarini Silva. Estudou durante 15 anos na AMR  (Associação Mineira de Reabilitação), devida a sua deficiência física, (falta de coordenação motora). Desde a adolecência iniciou-se a plática de escrever, compondo várias canções e formando inúmeras parcerias com outros compositores, até surgir a ideia de escrever o seu primeiro Romance. Em 1988, candidatou-se a um cargo de vereador no município de Bonfim MG, onde frequenta desde a infância. Em 1998, participou do extinto  programa "Concurso de Paródias", pruduzido pelo SBT, ficando em 1º Lugar. Atualmente é aposentado e dedica boa parte do seu tempo escrevendo.