Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Pedagogia do Amor

Vivemos uma época de calamitosa incerteza (Martin Luther King) A humanidade caminha de mãos dadas, rumo ao caos. Os valores se invertem, mergulhados nas valas da hipocrisia. O amor que sempre foi o marco da esperança, da fé, da solidariedade existencial, antes praticada olho no olho, hoje é substituído pela tela de um computador ou vídeo de um televisor, até mesmo pelo marketing do imediatismo. Uma espécie de ditadura da frieza. A família era mais unida. Hoje, vai se destruindo nos tentáculos de atividades objetivas, onde o casal, a cada dia, tem menos contato com os seus filhos. Tentar ser alguém no futuro era, sobretudo, motivo e instrumento de interesse pessoal. Ir à luta, era buscar garantir a possibilidade única de vencer e tornar-se... (leia mais)

Josias Alcântara




A EDUCAÇÃO

A EDUCAÇÃO É REALMENTE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DO GOVERNO? Lendo o discurso de posse do atual Ministro da Educação, Cristovam Buarque, que já antes de sua nomeação havia-me enviado muitos artigos a respeito de seus projetos sociais especialmente dedicados à educação, não posso deixar de pensar nas tantas atividades que vêm sendo desenvolvidas no Brasil independente e paralelamente ao setor público. Atividades, inclusive, que não recebem qualquer apoio financeiro externo além da colaboração voluntária de integrantes, sejam eles pertencentes a grupos religiosos ou simplesmente grupos de amigos conscientes de seu papel social. Se a nossa sociedade tem nos mostrado a urgência de uma reestruturação no sistema de educação, o que se pode fazer de imediato,... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




Default



   > Roberto de Souza

  AUTOR  
 
Roberto de Souza
"Roberto de Souza, nascido em 1962 em Salvador, Bahia, acumulou grande experiência com pessoas nos diversos cargos que exerceu. Foi palestrante, realizando inúmeras apresentações para públicos os mais diversos, e autor do livro Tempere Seu Humor, lançado em 2008, pela Editora Protexto. Mas, em 2009, sofreu um derrame isquêmico e por orientação médica parou as atividades de palestrantes e escritor. Oito anos depois, resolveu reescrever a sua história. Está lançando este novo livro – Só Ria, Mesmo Que Você Não Esteja Sendo Filmado. Criador do Instituto do Bom Humor, junto com a sua esposa, está iniciando um novo trabalho, para que as pessoas sejam felizes. Para ele, se você é feliz, afetará o humor das outras pessoas. Diariamente, enfrentamos alegrias e tristezas, mas se formos positivos influenciaremos as pessoas. Formado em Administração de Empresas, e pensando em empresas mais felizes, ele te convida a este mundo do bom humor, mesmo que não esteja sendo filmado. Ele quer ser feliz, distribuindo alegria. Por que rir, é bom demais.”