Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Pedagogia do Amor

Vivemos uma época de calamitosa incerteza (Martin Luther King) A humanidade caminha de mãos dadas, rumo ao caos. Os valores se invertem, mergulhados nas valas da hipocrisia. O amor que sempre foi o marco da esperança, da fé, da solidariedade existencial, antes praticada olho no olho, hoje é substituído pela tela de um computador ou vídeo de um televisor, até mesmo pelo marketing do imediatismo. Uma espécie de ditadura da frieza. A família era mais unida. Hoje, vai se destruindo nos tentáculos de atividades objetivas, onde o casal, a cada dia, tem menos contato com os seus filhos. Tentar ser alguém no futuro era, sobretudo, motivo e instrumento de interesse pessoal. Ir à luta, era buscar garantir a possibilidade única de vencer e tornar-se... (leia mais)

Josias Alcântara




O DEMÔNIO E O ELEITO

Fez um pacto, uma coligação com o Demônio e ganhou as eleições. Festejou. O Demônio veio cobrar a dívida. Foi chegando perto do Eleito. Cutucou suas costas. O Eleito olhou para trás: – O que você quer? Tinha um tom de aspereza na fala dura. – O que é isso? Não se lembra de mim? – Você acha que vou me lembrar de todo mundo? Não vê que fui eleito com milhões de votos? Milhões, entendeu? Sabe o que é isso? Milhões! Não vê minhas ocupações diárias? Nem sei como você passou por minha segurança, por minha assessoria e tem a ousadia de me cutucar pelas costas. Vou chamar minha guarda pessoal! – Calma! Não imaginei que você se esqueceria de quem permitiu sua vitória... – Saia pra lá. Qual é a graça, agora? – Não é graça nenhuma. Você fez uma... (leia mais)

Airo Zamoner




Default



   > Cleso Firmino

  AUTOR  
 
Cleso Firmino

Cleso Firmino é Sul-Mato-Grossense, natural de Camapuã, mas há 18 anos reside na belíssima Coxim — “Capital do Peixe”, também denominada de “Terra do pé-de-cedro” — ao norte de Mato Grosso do Sul.

Formado em Letras pela UFMS, escreve desde os 13 anos, tendo publicando seu primeiro livro de poesias “NOIVA DO PANTANAL”, aos 17, pela ANE – Associação de Novos Escritores de MS, incentivado pelo advogado, poeta e também amigo Dr. Etevaldo Vieira de Oliveira.

Entre os anos de 1994 e 1999, durante o serviço militar, escreveu o livro “POESIA NA CASERNA”, publicado pelo Clube de Autores com o título "Colcha de Retalhos". 

Como Conto avulso, publicou “PLANETA DAS MULHERES”, no formato pocket, apresentando ao leitor uma reflexão sobre a violência doméstica.

Em “O REENCONTRO e outras escritas”, Cleso apresenta uma coletânea de textos para todos os gostos. São 12 contos onde o autor convida o leitor a fazer uma fantástica viagem pelo encantado mundo da leitura.

Além de poeta e escritor, é também compositor evangélico tendo contribuído para diversos álbuns de artistas regionais desde 2004.

 

Visite a página do autor:

www.clesofirmino.jimdo.com