Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Encerra-se a primeira turma de pós-graduação em dança de salão com magnífica produção científica.

Para a dança de salão brasileira, o ano de 2005 é um divisor de águas. A partir desta data, começa a educação formal na área, o que se deve à abertura da primeira turma de pós-graduação em dança de salão, na Faculdade Metropolitana de Curitiba - FAMEC. O curso tem duas coordenadoras, uma das quais, conhecida por fazer parte do âmbito da dança há muito tempo: Gracinha Araújo. Devido a uma vida dedicada à dança clássica, enfrentou os preconceitos vigentes no meio da dança de salão, superando as dificuldades. Com Abigail Carneiro, tornou realidade, de maneira pioneira, o que muitos só sonharam. O resultado... (leia mais)

Maristela Zamoner




“D” DE “DEUTSCHLAND”, POR QUE, ENTÃO, “ALEMANHA”???

Uma tradução de Tânia Gabrielli-Pohlmann “D” = “Deutschland”? Que coisa estranha! Quem fala português, diz “Alemanha”; em espanhol este país se chama “Alemaña”; aqueles que falam inglês, adotaram o termo “Germany” e quando se vai para o Leste Europeu, o “Schwabo” é que designa o cidadão alemão. Mas o que se vê nas placas de automóveis alemães é a letra “D” indicando “Deutschland”. Por quê? De onde vêm tantos termos diferentes para indicar um único país? A língua alemã e o povo alemão formaram-se, basicamente, através de diferentes grupos étnicos, tendo cada qual sua língua. A existência de registros escritos em língua alemã remonta ao Século VIII d.C.. A língua oficial era o latim, mas o povo se comunicava em seus... (leia mais)

Clemens Maria Pohlmann




Default



   > Renato Araujo

  AUTOR  
 
Renato Araujo

Escritor, poeta, compositor e tradutor, iniciou suas aventuras literárias ainda na adolescência com poesias de amor e, mais tarde, começou a compor músicas, sempre acompanhado de seu violão.

 

Seu interesse em línguas o levou a cursar duas faculdades de Letras (português-inglês e português-italiano) e Mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Carioca de nascimento, Friburguense de coração, amante da literatura, da música e das artes em geral, já escreveu mais de 300 poesias, 200 músicas e diversos contos e crônicas.

Apesar das enormes dificuldades para se publicar livros no Brasil, conseguiu, com o apoio da Editora Protexto, lançar seu primeiro livro (impresso) “Pela poesia entreaberta” em 2011. Entretanto, já havia lançado em 2010 um livro no formato digital (e-book) “Vote em mim e será seu fim”, também de poesias que revela seu perfil contestador e fala do mundo da política.

 

Com o objetivo de compartilhar seu amor pelas artes e incentivar outros poetas, escritores e compositores a divulgarem seu trabalho e trocarem experiências criou, em 2010, o blog Pratique Poesia (www.renatoaraujo.com).