Busca: 

Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha
 
  Área do autor

Publique seu texto

Anthologie...

Obra: „Anthologie de la Poésie Romantique Brésillienne » - Bilingüe (Port. / Fr.) Poemas escolhidos por Izabel Patriota P. Carneiro, apresentados por Didier Lamaison e prefaciados por Alexei Bueno Versão francesa: Adrienne Álvares de Azevedo Macedo, Didier Lamaison e Cécile Tricoire Editoras: UNESCO PUBLISHING / EULINA CARVALHO Formato: 14 x 21cm Páginas: 257 Preço: 27,45 € 2002, ISBN: 92-3-003786-9 Na década consecutiva à da Independência obtida em 1822, chega ao Brasil a revolução das sensibilidades que já soprava sobre a Europa após o início do século. O Romantismo brasileiro aparece com a publicação, em Paris, de “Suspiros Poéticos e Saudades”, de Gonçalves de Magalhães, em 1836. Mas é com Gonçalves Dias que nasce verdadeiramente a grande poesia... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




DIREITOS CULTURAIS EM PERSPECTIVA: A FAVOR OU CONTRA?

A 10 de dezembro de 1948 era adotada e proclamada a resolução 217 A (III), pela Assembléia Geral das Nações Unidas. A Declaração Universal dos Direitos Humanos encontra-se traduzida em mais de 300 línguas em seu site oficial (www...) O texto pode ser impresso e arquivado. Vivido? Este o problema maior... A questão da efetiva observância de tais direitos tem sido discutida e analisada, mas há pontos polêmicos, específicos, delicados. E os impasses tornam-se ainda maiores no tocante aos direitos culturais... O que são, afinal, os Direitos Humanos? Por acaso uma definição e uma observância mais satisfatórias destes direitos contribuiriam para melhorar a sorte de seres humanos que vivem situações de injustiças? Isto lhes garantiria uma melhor... (leia mais)

Tânia Gabrielli-Pohlmann




Default



   > Nelson Hoffmann

  AUTOR  
 
Nelson Hoffmann
Nasceu no dia 19 de Dezembro de 1939, em Roque Gonzales, RS, onde reside. Advogado, Contabilista e, sobretudo, Professor. Ocupou inúmeros e altos cargos públicos. Integrante de academias e entidades culturais, correspondente de jornais e revistas, conselheiro editorial, é verbete de dicionários e enciclopédias. É o responsável pelo destaque literário de Roque Gonzales, RS. Considerado o mestre da narrativa longa na literatura missioneira, pratica todos os gêneros literários, preferindo a ficção. Traduzido nos Estados Unidos, França e Itália, é também publicado no Uruguai e em Portugal. Foi agraciado com os troféus "Amigo do Livro" (da Casa do Poeta), "Igaçaba" (da Igaçaba Produções Culturais), "O Missioneiro" (da AMM – Associação dos Municípios das Missões) e outros. Participa de inúmeras antologias e tem mais de três dezenas de trabalhos individuais publicados, destacando-se: A bofetada, 1978 (romance); O homem e o bar, 1996 (romance); Onde Está Maria?, 1997 (ro-mance); Quando a bola faz a história, 2000 (crônica histórica), Eu vivo só ternuras, 2002 (novela) e Este Mundo é Pequeno (crônicas). É autor do dístico “Roque Gonzales – Terra e Sangue das Missões”, oficializado por lei municipal.